Identificando e combatendo o stress.


Estudos da Organização Mundial de Saúde têm apontado na população uma tendência no aumento de transtornos como insônia, stress, ansiedade e depressão. Os fatores que mais contribuem para isso atualmente são as cargas excessivas de trabalho (motivadas inclusive pelo modelo de trabalho em home office), o medo de infecção pelo coronavírus, a situação econômica familiar e o próprio isolamento social (seja pela redução nas interações sociais ou pelo excesso da convivência entre familiares).

AFINAL, O QUE É O STRESS? E COMO COMBATÊ-LO?

O Ministério da Saúde define o stress como uma reação natural do organismo que ocorre quando vivenciamos situações de perigo ou ameaça. Esse mecanismo nos coloca em estado de alerta ou alarme, provocando alterações físicas e emocionais. A reação ao stress é uma atitude biológica necessária para a adaptação às situações novas.

Reunimos algumas dicas básicas para auxiliar na prevenção e combate ao stress e que podem ser aplicadas no dia a dia. Mas vale lembrar que o diagnóstico de stress pode ser realizado somente por médicos, que são devidamente habilitados para isso, sendo os responsáveis por indicar tratamentos e receitar medicamentos adequados.

Alimentação: durante o processo de stress, o organismo perde muitas vitaminas e nutrientes, sendo recomendado comer muitas verduras e frutas para repor essa perda, pois elas são ricas em vitaminas do complexo B, vitamina C, magnésio e manganês. As opções indicadas são brócolis, chicória, acelga e alface por serem ricas nesses nutrientes. O cálcio pode ser reposto com leite e derivados.

Atividades Físicas: qualquer atividade física proporciona benefícios ao organismo, melhorando as funções cardiovasculares e respiratórias, queimando calorias, ajudando no condicionamento físico e induzindo a produção de substâncias naturalmente relaxantes e analgésicas, como a endorfina. Procure se exercitar com frequência em sua rotina semanal.

Saúde Mental: No dia a dia, práticas como a meditação mindfulness contribuem para a saúde mental, ajudando a diminuir a ansiedade e irritabilidade. Mas ela não substitui o auxílio profissional, que se faz necessário em determinados casos (especialmente naqueles relacionados à depressão). Procure sempre o apoio de um psicólogo ou psiquiatra.

REDES SOCIAIS

Icon-IG.png
Icon-FB.png
Icon-YT.png
LinkedIn.png

INSTITUCIONAL

CENTRAL DE

ATENDIMENTO

Tel: (41) 3679-8250

       (41) 99992-0252

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

SEGUNDA

A SEXTA

6h às 18h

SÁBADO E

DOMINGO

7h às 18h

Laboratório de Análises Clínicas Caboracy Kosop

Rodovia do Caqui, 1150 - KM 01

Campina Grande do Sul – PR

Anexo ao Hospital Angelina Caron